Calendário

Maio 2024
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Doutorando da Pós-graduação em Enfermagem ganha prêmio internacional com trabalho sobre telemedicina

O doutorando do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da UFMG (EEUFMG), Edmar Geraldo Ribeiro, ganhou o prêmio internacional acadêmico Paul Dudley White, da American Heart Association (AHA) 2023, pelo resumo: “O Efeito de intervenção de telemedicina na redução de hospitalizações por insuficiência cardíaca no Brasil: um ensaio clínico randomizado”.

O trabalho tem como coautores a professora da EEUFMG, Deborah Carvalho Malta (orientadora), a professora da Faculdade de Medicina da UFMG Luisa Campos Caldeira Brant (co-orientadora), a pós-doutoranda da EEUFMG Regina Bernal, a professora da EEUFMG Lilian Rezende, os professores da Faculdade de Medicina da UFMG Graziela Chequer e Antonio Luiz Pinho Ribeiro, o professor da Univerisidade Federal Fluminense – (UFF) Tulio Franco e os bolsistas de Inciação Científica Barbara Temponi, Daniel Vilela e Julia Buback.

Preemio EdmarProfessora Deborah Malta, o doutorando Edmar Ribeiro e a professora Luisa Brant

O prêmio é concedido ao autor principal e coautores com o melhor resumo do Brasil selecionado para ser apresentado nas Scientific Sessions 2023 da American Heart Association. O nome do prêmio é Paul Dudley White, que foi um dos médicos fundadores da American Heart Association e um dos primeiros líderes em cardiologia preventiva. “O reconhecimento dos autores com o resumo brasileiro melhor classificado para o evento reflete a visão de White para a excelência global em ciência e medicina cardiovascular, agraciando os autores que contribuíram para o resumo aceito com melhor classificação em cada país”, enfatizou Edmar.

A entrega do prêmio acontecerá durante o evento científico da American Heart Association na Philadelphia, na Pennsylvania, USA, entre os dias 11 e 13 de novembro. O trabalho será apresentado pela professora Luisa Brant.

Trabalho contínuo
O trabalho é resultado da tese do Edmar, intitulada “Efetividade de intervenções por telemedicina no manejo de pacientes egressos de internação hospitalar por insuficiência cardíaca: ensaio clínico randomizado”, que tem como objetivo principal avaliar a efetividade da adição de estratégias de telemedicina, quando comparada ao cuidado usual, na redução da internação relacionadas à insuficiência cardíaca (IC) em pacientes que receberam alta hospitalar por IC.

Trata-se de um ensaio clínico que foi realizado em seis hospitais públicos de Belo Horizonte, Minas Gerais. “A intervenção incluiu suporte telefônico semanal estruturado por um gestor do cuidado (enfermeiro) para avaliar o monitoramento diário de peso, pressão arterial e frequência cardíaca coletados pelo paciente, sinais de descompensação, barreiras de adesão ao tratamento e educação para autocuidado, incluindo dosagem flexível de diuréticos. O gestor do cuidado estava vinculado a um cardiologista para teleconsultas, conforme árvores de decisão pré-definidas. Também estava disponível um programa educacional remoto, incluindo mensagens unidirecionais e bidirecionais”, explicou o doutorando.