Calendário

Maio 2023
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Escola de Enfermagem lança convênio com Polícia Civil de MG com foco na violência contra meninas e mulheres

A Escola de Enfermagem da UFMG, em parceria com a Organização Não-Governamental Vital Strategies, está desenvolvendo o projeto “Prevalência, mortalidade e carga global da violência com foco na Violência contra meninas e mulheres”, com o objetivo de estimar e analisar diversos indicadores relacionados à violência no Brasil. Dentro desse projeto, será lançado, no dia 14 de março, um convênio com a Polícia Civil de Minas Gerais, visando acessar, qualificar e linkar os dados do setor Saúde e Segurança Pública, a fim de auxiliar no cálculo da subnotificação da violência. O evento será realizado às 10 horas, no auditório Maria Sinno da EEUFMG, com transmissão no canal da Unidade no Youtube.

violencia meninas e mulheresA coordenadora do projeto, professora Deborah Carvalho Malta, relata que a violência contra meninas e mulheres (VCMM) no Brasil possui grande magnitude e distribuição desigual na população do país. “Compreender a associação entre as desigualdades sociais, as vulnerabilidades das mulheres e esse agravo torna-se essencial para o desenvolvimento de políticas públicas eficazes no enfrentamento da VCMM. É necessário, ainda, produzir dados passíveis de comparação nacionais e internacionais, de forma a analisar criticamente o impacto de mudanças sociopolíticas na ocorrência dessa violência”.

Atribuições
De acordo com a professora Deborah, entre as metas específicas da Polícia Civil estão: desenvolver e aprimorar software de gerenciamento de dados (Gestão de Perícias Oficiais - GPO), com integração de sistemas diversos utilizados pela Segurança Pública estadual em Minas Gerais para armazenamento de dados, dividido em dois módulos: Corpo delito (Vivo): e Necropsia (Morto). “Será também realizado linkage dos dados provenientes desse banco de dados com os de bancos de dados do Setor Saúde, como o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM)”.

As metas da UFMG são: apoiar a realização do linkage dos dados do Setor Segurança e Setor Saúde e conduzir análises para avaliação do perfil das vítimas e das agressões em Belo Horizonte e Minas Gerais, a fim de se propor ações direcionadas, especialmente para construção/revisão de políticas públicas voltadas para o tema. Será responsável ainda por fomentar a divulgação dos resultados em publicações científicas e na comunicação social.

Sobre as metas conjuntas, a professora destaca que espera que esse convênio estreite os laços das duas instituições, fortalecendo pesquisas e publicações conjuntas, além de contribuir para a fundamentação de Políticas Públicas que visem o enfrentamento da Violência de Gênero e alcance das metas dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.