Calendário

Pesquisa de egressa do curso de mestrado em Enfermagem está entre as finalistas do Prêmio Inova Minas Gerais

A pesquisa da enfermeira Viviane Lopes Vimieiro, egressa do curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da UFMG, está entre as finalistas da 5ª edição do Prêmio Inova Minas Gerais, na categoria “Iniciativas Implementadas de Sucesso”, na modalidade “Inovação em Políticas Públicas”. O Prêmio tem o objetivo de estimular os servidores, estagiários e empregados públicos na implementação de iniciativas de sucesso e na disseminação de novos conhecimentos.

Sob orientação da professora Bruna Figueiredo Manzo, a pesquisa teve como objetivo avaliar a efetividade de uma intervenção educativa em cenário simulado na adesão da equipe de enfermagem às medidas de prevenção de infecção primária de corrente sanguínea associada a cateter venoso central na Unidade Neonatal da Maternidade Odete Valadares (MOV).

A enfermeira explica que cateteres centrais de inserção periférica (CCIP) são indispensáveis na assistência aos recém-nascidos (RN) admitidos em unidades neonatais e que, apesar dos benefícios, constituem o principal fator de risco para ocorrência das infecções primárias de corrente sanguínea (IPCS) associadas ao cateter venoso central (CVC) contribuindo para aumento da morbimortalidade, dos custos e tempo de internação. “No entanto, as IPCS-CVC podem ser prevenidas com adoção de práticas seguras pelos profissionais de enfermagem durante a inserção e manutenção do dispositivo central”.


Caixa com LuzCaixa com luz ultravioleta que permitiu verificar a técnica de desinfecção do Hub do cateter central

A coleta de dados do estudo contemplou três momentos: período basal,intervenção utilizando cenário simulado e opós intervenção. Paralelamente foi realizado um levantamento das taxas de IPCS-CVC no período entre julho de 2019 e janeiro de 2020.

De acordo com a pesquisadora, verifica-se que a intervenção educativa em cenário simulado na Unidade Neonatal teve impacto na adesão dos profissionais às práticas seguras de inserção e manipulação do CCIP especialmente em alguns itens de verificação, mas não na sua totalidade. “Neste sentido, é imprescindível monitoramento contínuo e intervenções periódicas, para fomentar práticas seguras que auxiliem na prevenção e controle das IPCS-CVC. Assume-se ainda, a necessidade de ampliar esta intervenção a toda equipe multidisciplinar da unidade neonatal e não apenas à equipe de enfermagem”, ressaltou.

A enfermeira enfatizou, ainda, que os resultados do estudo podem contribuir para que os profissionais de saúde e docentes repensem estratégias de ensino que visem adesão às medidas de prevenção de infecção associada a cateter venoso central. “Os resultados podem encorajar pesquisadores e profissionais a desenvolverem pesquisas nesse tema, sobretudo em unidades neonatais, em busca de uma prática mais segura para o neonato. Além disso, eles demonstram a importância da parceria entre academia e serviço, visando produção de conhecimento e iniciativas que impactam na qualidade e segurança assistencial.”

5º Prêmio Inova Minas Gerais
Cerca de 200 projetos foram avaliados por especialistas da Fundação João Pinheiro (FJP) e da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). Foram selecionados 18 finalistas, sendo seis de cada categoria.

A segunda etapa do Prêmio consiste na votação aberta ao público, até o dia 27 de novembro, por meio do aplicativo MGApp e pelo link https://www.cidadao.mg.gov.br/#/login.
Após a votação popular, em formato virtual, os finalistas deverão apresentar, em até cinco minutos, os pontos de destaque da ideia inovadora ou iniciativa de sucesso para avaliação de Comissão, que é formada por membros do Poder Executivo Estadual e convidados renomados.

Dissertação: Adesão às medidas de prevenção de infecção de corrente sanguínea associada a cateter venoso central: impacto de uma intervenção educativa em uma Unidade Neonatal
Autora: Viviane Lopes Vimieiro 
Orientadora: Professora Bruna Figueiredo Manzo
Defesa: 30 de setembro de 2020, no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da UFMG

(Com informações da Agência Minas)