Calendário

Dezembro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Professora Tércia Moreira integra equipe da UFMG que vai auxiliar nos testes de diagnóstico da Covid-19

A professora do Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem da UFMG, Tércia Moreira Ribeiro da Silva, foi convidada pela diretora da Escola de Veterinária da UFMG, professora Zélia Inês Portela Lobato, para participar no diagnóstico do SARS-CoV-2 junto aos laboratórios de Virologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) e da Escola de Veterinária da UFMG.

De acordo com Tércia, nestes laboratórios serão processadas e analisadas amostras biológicas de indivíduos internados em unidades hospitalares estaduais com suspeita da Covid-19. “Durante o mestrado e doutorado trabalhei com uma técnica de biologia molecular que é atualmente utilizada para o diagnóstico da Covid 19, a PCR em tempo real. Minha participação se dará junto à equipe que tem expertise na técnica de RT-PCR para identificação e amplificação de um segmento do RNA do SARS-CoV-2 em amostras biológicas.” Esta parceria dos laboratórios de virologia da UFMG com a FUNED contribuirá para a tomada de decisão clínica e vigilância dos casos positivos para Covid-19 no Estado de Minas Gerais.

TERCIA TESTESProfessora Tércia Moreira durante os testes realizados no laboratório da Escola de Veterinária da UFMG

A professora destacou, ainda que  participar desta frente de trabalho que conta com a parceria de várias unidades da UFMG, oportuniza discussões e proposições de estratégias para enfrentamento da pandemia entre pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento. "Dentre os resultados profícuos deste trabalho, posso ressaltar a retomada da credibilidade da ciência e da sensibilização da sociedade para a importância do investimento na universidade pública nas pesquisas e políticas de saúde e educação, áreas tão essenciais para o enfrentamento deste e de vários desafios que a nossa sociedade enfrenta.”

Para evitar que a comunidade se confunda com a informação sobre a disponibilização dos laboratórios da UFMG, o pró-reitor de Pesquisa, Mário Montenegro Campos, enfatiza que a universidade não é autorizada a realizar exames individuais. “Nosso trabalho busca agilizar as ações da Funed, portanto, as pessoas não poderão vir à UFMG para fazer o teste”.