Calendário

Dezembro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica- Modalidade Residência celebra 20 anos

Nesta terça-feira, 10 de março, foram celebrados os 20 anos de formação de Especialistas em Enfermagem Obstétrica, o encerramento do 3° Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica - Modalidade Residência turma 2018/2020 e a recepção dos alunos do 5° Curso de Especialização na modalidade residência, turma 2020. A cerimônia das festividades contou com diversas homenagens, agradecimentos e acolhida.

A especialização em Enfermagem Obstétrica é oferecida em parceria com o Ministério da Saúde, Ministério da Educação, Hospital das Clínicas da UFMG, Hospital Risoleta Tolentino Neves, Hospital Sofia Feldman, Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e Secretaria Municipal de Sabará.

mesa residenciaO evento foi realizado no auditório Maria Sinno da Escola

A mesa de abertura do evento foi composta pela diretora da Escola, professora Sônia Maria Soares, pela coordenadora da Linha de Ensino e Pesquisa do Hospital Sofia Feldman, professora Lélia Maria Madeira, pela presidente da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras – Seccional Minas Gerais, Juliana Maria de Almeida do Carmo, pelo sub-chefe do Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública, professor Ed Wilson Vieira, pela coordenadora do Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica, professora Torcata Amorim, pela representante da turma 2018-2020, Samire Lopes Pereira, pela gerente de Ensino e Pesquisa do HC-UFMG/Ebserh, professora Fabiana Maria Kakehasi e pela representante da Secretaria de Sabará, Érica Moreira de Souza.

“Hoje é um dia muito especial para todos vocês e é uma honra participar desse momento tão único. Essa é uma etapa vencida que revela uma conquista importante em suas carreiras profissionais. A UFMG como universidade pública reconhecida internacional e nacionalmente, tem cumprido integralmente seu papel quando, além de produzir o conhecimento, gerar pensamento crítico, organizar e articular os saberes, formar profissionais de lideranças intelectuais, também atende as expectativas e demandas da comunidade”, parabenizou a professora Sônia Maria Soares.

A formação de Especialistas em Enfermagem Obstétrica teve início em 1999 e ao longo de seus 20 anos já foram oferecidos 19 cursos de especialização e 762 especialistas foram titulados. A coordenadora da especialização, professora Torcata Amorim, comemorou todo o caminho trilhado, o crescimento do curso e da Enfermagem Obstétrica nestes 20 anos. Se dirigiu aos docentes e ex-alunos comemorando a parceria. “Nosso trabalho é coletivo. É muito gratificante ver nossos ex-alunos se tornarem agora colegas de trabalho, vocês vêm para acrescentar”. Ela “convocou” os alunos que estão encerrando o curso a continuarem comprometidos com a Enfermagem Obstétrica. “Foram muitos plantões diurnos, noturnos, finais de semana, feriados, aniversários e demais datas comemorativas. Foram muitos desfechos felizes, outros nem tanto. Mas o trabalho de vocês está começando agora. Vocês estão comprometidas com a Enfermagem Obstétrica séria, competente, científica e ética!”.

Após a conferência de abertura, os novos alunos do 5° curso foram apresentados nominalmente e receberam as boas-vindas. Em seguida, as alunas da turma 2018-2020 receberam o certificado de conclusão de curso em um momento solene. A aluna Maria Cecília Rodrigues Macedo Cândido prestou homenagem aos professores do Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública, a aluna Emanuelle Cristina Coelho fez um agradecimento às instituições, Cleyce Castro Coimbra e Tahbatha Costa Lana fizeram uma homenagem aos pais e familiares e a aluna Samire Lopes Pereira agradeceu às residentes. Por último, foi reproduzido um vídeo criado pelas alunas com fotos dos melhores momentos que elas viveram durante a especialização.

“Continuaremos trabalhando juntas para, em um país onde a educação e a saúde são sucateadas, promover a mudança do modelo de assistência e a valorização e reconhecimento da enfermagem, bem como um ensino de qualidade e diverso.

Redação: Vívian Mota - estagiária de jornalismo
Edição: Rosânia Felipe- Jornalista