Calendário

Novembro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
20
21
22
23
24
29

Departamento de Nutrição recebe professor na área de Nutrição Esportiva

A partir desse semestre, o Departamento de Nutrição da Escola de Enfermagem da UFMG conta pela primeira vez com um professor especialista na área de nutrição esportiva, Rafael Longhi.

“Assim como todos os âmbitos da nutrição, é importante se ter um profissional específico de cada área para representá-la. Dessa forma, valoriza, enriquece a instituição e oferece a possibilidade de aumento intelectual e científico para os estudantes. Tenho quase 20 anos dedicados à nutrição esportiva e essa bagagem é essencial para se estabelecer uma boa relação de troca com os alunos”, comenta o professor.

fitness 3168246 1280 1A nutrição esportiva é a área que aplica importantes conhecimentos em nutrição, como fisiologia, bioquímica, dietoterapia aplicada ao esporte, porém também é necessário conhecimento na área da atividade física. Os seus principais objetivos são: aumentar o desempenho físico tanto de atletas quanto desportistas em atividades coletivas ou individuais e melhorar a qualidade de vida. Desta forma, a nutrição esportiva pode auxiliar um programa de exercícios, seja para melhoria da saúde, aumento de força ou mesmo a melhoria do tônus muscular.

“A nutrição esportiva está crescendo bastante atualmente. É possível trabalhar em academias, clubes de futebol e esportes em geral, e em atendimentos específicos, realizando consultorias e atendimentos a domicílio. É uma área que presta assistência tanto para o atleta de alto rendimento, quanto para o desportista. Quem busca a nutrição esportiva é um cliente muito dedicado, que segue as regras do esporte”, afirma Longhi.

Além das áreas citadas pelo novo professor, o nutricionista esportivo também pode trabalhar no campo da patologia, prestando assistência a pessoas que buscam melhorar os fatores de risco de alguma doença combinando a alimentação ao esporte. De acordo com ele, a nutrição esportiva, ao contrário das clínicas, não propõe dietas muito restritivas, oferecendo, na maioria das vezes, uma redução calórica muito mais leve devido ao metabolismo energético que o atleta possui.

Na Escola de Enfermagem, a nutrição esportiva faz parte das disciplinas optativas: Tópicos em Nutrição I: Suplementação Nutricional para o desportista e atleta; Tópicos em Nutrição II: Nutrição para o esporte e Tópicos em Nutrição IV: Aspectos Práticos associados à Nutrição para o desportista e o atleta. “Para os alunos e membros da comunidade é importante saber que agora temos um profissional específico dessa área. Eu pretendo, além de ministrar as disciplinas específicas dessa área, também transitar em algumas disciplinas abordando o lado do esporte”, comenta o professor.

Ainda de acordo com Rafael, a disciplina Tópicos em Nutrição I tem o objetivo de fazer os alunos entenderem o que são os suplementos, como Whey Protein, creatina, HMB, beta-alanina dentre outros, tanto com a questão de dosagem, como também do conhecimento de toda a parte da bioquímica e fisiologia do produto. Já a Tópicos em Nutrição II, tem a intenção de mostrar para o aluno a interação da nutrição com a fisiologia e a bioquímica do exercício. Ensinar alguns entendimentos da área da Fisiologia do Exercício, como o tipo de treinamento que o cliente pratica, quais são as vias metabólicas e como o corpo está respondendo esse estímulo para saber a dieta correta. Tópicos em Nutrição IV tem a finalidade de mostrar como se calcula as dosagens de carboidratos, proteínas e lipídios e micronutrientes, dependendo da carga de treino e dos horários, e ajustar a dieta do atleta/desportista, a partir das suas necessidades de esporte.

“Eu acredito que a implementação de uma disciplina obrigatória de nutrição esportiva é uma demanda muito valiosa para a instituição, já que vai mostrar cada vez mais que essa é uma área importante. Mesmo que os estudantes não tenham o interesse de seguir essa área, é fundamental que eles tenham essa vivência e levem essa experiência para vida profissional. Contudo, infelizmente por questões de calendário, mudanças curriculares, e demais processos, ainda não temos um prazo para a implementação de disciplinas obrigatórias”, afirma o professor.

Atleta e professor
Rafael LonghiO professor Rafael Longhi foi jogador de futebol dos nove aos 20 anos de idade. Ele participou de times como o Grêmio, Internacional, Juventude, Vasco e no Mogi Mirim e teve experiência em vários locais, viajando para o Chile e Argentina disputando campeonatos internacionais, por exemplo. “Eu considero que é muito interessante para o professor dessa área ter esse conhecimento dos dois lados: o nutricionista e o atleta”, comenta.

“Em seguida, entrei na faculdade de Nutrição, conclui a graduação e ingressei na pós-graduação na área do esporte. Trilhei um caminho que me permitiu estar preparado para dar um retorno aos alunos. Paralelo à parte docente, também realizava atendimentos a domicílio. Quero ter grupos de atendimento como um projeto de extensão, onde os alunos possam ter essa experiência, que é tão diferente das outras áreas”, relata.

Perfil
Pesquisador - Nível Pós Doutorado (UFRGS) - Hospital de Clínicas de Porto Alegre, linha de pesquisa Eixo intestino cérebro, avaliando o papel do Ômega 3, do Resveratrol e do exercício físico no controle de doenças inflamatórias intestinais e seu papel neuroprotetor. Doutor em Bioquímica (UFRGS) - Pesquisa sobre o papel neurodegenerativo da Gordura Trans no sistema nervoso central, avaliando perfil mitocondrial de córtex e cerebelo, além das complicações sistêmicas em modelos de dietas normo e hiperlipídicas. Mestre em Ciências Médicas (UFRGS) - papel da cofilina como biomarcador de câncer de pulmão de não-pequenas células Especialista em Fisiologia do Exercício (UFRGS) - Pesquisa sobre os efeitos da semente da linhaça e do exercício físico em mulheres com câncer de mama Aperfeiçoamento em Antioxidantes (UniRio) - Pesquisa sobre os efeitos dos antioxidantes naturais e sintéticos sobre a performance de atletas de alto rendimento. Nutricionista (UniRio) Revisor Científico de Periódicos Internacionais.
Redação: Vívian Mota - estagiária de jornalismo
Edição: Rosânia Felipe- Jornalista