Calendário

Maio 2021
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom

Internato Rural de Nutrição oferece curso de atualização para nutricionistas de municípios mineiros

Nutriciniostas capacitaçãoO Internato Rural de Nutrição da Escola de Enfermagem da UFMG promoveu, nos dias 12 e 13 deste mês, o Curso de Atualização em Promoção da Alimentação Adequada e Saudável na Atenção Básica para nutricionistas dos municípios de Conceição do Mato Dentro, Santana do Riacho, Ibirité e Pains. A atividade foi organizada pelos professores do Departamento de Nutrição José Divino Lopes Filho e Paula Martins Horta.

Os objetivos foram debater referências teóricas relacionadas às estratégias coletivas para promoção da alimentação saudável, além de atualizar os nutricionistas dos municípios parceiros ao Internato Rural sobre a Assistência Nutricional Domiciliar. Foi apresentado e divulgado o Instrutivo “Metodologia de Trabalho em Grupos para Ações de Alimentação e Nutrição na Atenção Básica e Materiais de Apoio”, onde houve discussões a cerca das referências teóricas relacionadas à Terapia Nutricional Enteral Domiciliar e suas aplicações na prática assistencial. Além disso, os participantes puderam conhecer e elaborar dietas enterais artesanais/semi-artesanais que podem ser prescritas aos indivíduos em Suporte Nutricional Enteral.

“É uma iniciativa que oferta a contrapartida do curso junto aos nutricionistas supervisores de estágio de nutrição nestes municípios. Ao promover a atualização de nutricionistas para a prática da atenção nutricional qualificada, o internato contribui para que esta capacitação se expresse cada vez mais na qualificação dos estudantes”, relatou o professor José Divino.

A metodologia das atividades foi dividida nos critérios Estratégias coletiva para promoção da alimentação adequada e saudável; e Terapia Nutricional Enteral Domiciliar. Ambos os módulos foram desenvolvidos por meio de aulas expositivas dialogadas, procurando contextualizar a prática profissional dos alunos à teoria desenvolvida. O segundo módulo foi composto por aulas práticas destinadas a elaboração e padronização da dieta enteral semi-artesanal.
“Na terapia nutricional enteral domiciliar é oferecida uma dieta que pode ser tanto industrial quanto artesanal. Nosso objetivo é conhecer a respeito da artesanal, que pode ser preparada em casa com os alimentos convencionais, e fazer com que os nutricionistas tenham conhecimento de como é a prática do preparo dela. A dieta artesanal traz vários benefícios nutricionais e sociais: baixo custo, não é vista como medicamento, permite o vínculo com o alimento, a família pode preparar com o que tiver em casa, dentre outros”, contou a nutricionista no Hospital Risoleta Tolentino Neves, Lígia Amanda Ventura, egressa do curso de Nutrição da EEUFMG.

dieta enteralSueli Aparecida de Oliveira, nutricionista em Conceição do Mato Dentro, participou do curso e aproveitou a oportunidade para ampliar os conhecimentos e melhorar seu desempenho profissional. “Essa capacitação nos proporcionou a interação com outros profissionais e o contato com novas experiências. Além disso, os professores nos trouxeram o que há de mais novo na literatura e assim podemos inovar no cuidado. A parceria feita pelo projeto é muito importante, pois abre novos horizontes e possibilidade de implementação de novas ações nas unidades intermunicipais”, relatou.

Já para Karine Oliveira Noronha Ribeiro, nutricionista do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), em Pains-MG, ressaltou que graças ao Projeto do Internato Rural houve uma inovação no cuidado alimentício aos portadores de necessidades nutricionais especiais. “A parceria entre a UFMG e os municípios participantes do projeto é fundamental para a troca de experiências e conhecimentos e assim é possível melhorar cada vez mais o atendimento”.
Redação: Vívian Mota (estagiária de jornalismo)
Edição: Rosânia Felipe (Jornalista)