Calendário

Fevereiro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

Comemoração dos 20 anos da disciplina Estágio Hospitalar reúne professores, estudantes e profissionais de saúde

Professores, estudantes e representante dos vários hospitais parceiros no desenvolvimento da disciplina Estágio Hospitalar em Unidades de Saúde de Média e Alta Complexidade se reuniram na manhã desta sexta-feira, 22 de novembro, para comemoração dos 20 anos da disciplina.

A diretora da Escola de Enfermagem da UFMG, professora Sônia Maria Soares, destacou que é uma experiência de sucesso que valoriza a parceria com as instituições hospitalares onde os estudantes são sujeitos diretos desse processo. “É uma interação direta com a oportunidade de vislumbrar transformações na vida das pessoas. Tudo que conquistamos nesses 20 anos é o que a EEUFMG tem para oferecer de melhor”.

A coordenadora da disciplina, professora Mônica Ribeiro Canhestro, relembrou o momento de implantação da disciplina que ocorreu em 21 de fevereiro de 2000. Destacou que ainda é muito jovem, mas ao mesmo tempo muito madura. “.Esta maturidade foi alcançada com o esforço de todos os professores que passaram por ela, alguns que permanecem até hoje,deste sua criação, e outros que foram incorporados. Pela disciplina já passaram aproximadamente 1.140 alunos sendo que muitos deles ocupam os mais variados cargos na rede de atendimento a saúde”.

Mônica destacou, ainda, a importância das instituições parceiras e dos enfermeiros das unidades de internação que são, no dia a dia, os que guiam os estudantes e se apresentam também como um modelo na formação. Atribuiu aos pacientes papel de destaque:“O ator mais importante nesse cenário de formação é o paciente, com certeza estão aqui na lembrança de todos nós, por cada cuidado prestado que contribuiu para seu confortoou para sua recuperação, criando uma relação de troca com o aluno que mostrou a ele a importância do que é ser enfermeiro”.

representantes hospitaisA diretora Sônia Soares, a professora Mônica Canhestro e os representante dos hospitais parceiros no desenvolvimento da disciplina

A reflexão sobre o papel do enfermeiro na atenção de média e alta complexidade, suas potencialidades e os desafios a serem enfrentados foram aordados em mesa-redonda que contou com a presença da enfermeira e coordenadora do Programa de Sistematização da Assistência de Enfermagem do Hospital das Clínicas, Isamara Correa Lemos; do enfermeiro e gerente de enfermagem do Hospital Risoleta Tolentino Neves, Leandro Costa; da enfermeira do Centro de Tratamento de Queimados do Hospital João XXIII, Izabela Fiqueiredo; do enfermeiro João Victor Rodriges Medeiros, representando a gerência de Enfermagem do Hospital Felício Rocho e da gerente geral da UPA Centro Sul, Chirley Rodrigues.

Meire ChucreA mini conferência sobre perspectivas do mercado em relação a formação do enfermeiro foi ministrada pela professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Meire Chucre. Ela fez uma reflexão relacionada ao mercado formal, destacou a importância do empreendedorismo e do enfermeiro se reconhecer como o detentor de capacidade de fazer a diferença na vida das pessoas.

Segundo Meire, são três princípios são associados a um perfil empreendedor: necessidade de realização pessoal, a qual estimula a diferenciação profissional no direcionamento da excelência; disposição para assumir riscos: financeiros e de demais ordens e autoconfiança ao sentir que pode enfrentar desafios ao longo do empreendimento.

Ela pontuou também que existem quatro grandes dimensões relacionadas ao campo de atuação do profissional de enfermagem: assistência direta ao paciente; gestão; docência/pesquisa; empreendedorismo.

“O objetivo da palestra foi empoderar e encorajar esses futuros enfermeiros, fazendo com que reconheçam o talento e a capacidade que têm de impactar na vida das pessoas”, finalizou.