Calendário

Novembro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
20
21
22
23
24
29

Simulação de acidente com patinete é realizada no campus Saúde

SIMULAÇÃO 2019Estudantes, professores, funcionários e demais pessoas que transitavam pelo campus Saúde no início da tarde desta segunda-feira, 16 de setembro, acompanharam a III Simulação de Atendimento a Vítimas de Acidente em Trânsito. A ação de extensão, organizada pela Escola de Enfermagem da UFMG, é uma forma de capacitar e promover a reflexão entre alunos e profissionais de saúde e contou com a parceria do Corpo de Bombeiros Militares de Minas Gerais (CBMMG) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Belo Horizonte (SAMU BH).

Na ocorrência, uma pessoa que transitava de patinete elétrico foi atropelada por um carro. A professora Karla Rona da Silva, do curso Gestão de Serviços de Saúde e coordenadora da ação, destacou que o objetivo da ação é chamar atenção para o atendimento a vitima de acidente de trânsito, proporcionar aos estudantes um momento de articulação teórico-prático e conscientizar a população. “O patinete elétrico não é brinquedo, é um meio de transporte, é preciso estar atento aos cuidados para prevenção de acidentes”, enfatizou.

A professora do curso de Enfermagem, Allana dos Reis Correa, pontuou que o evento, que está na terceira edição, é preparado desde o início do ano e que essa educação para população pode trazer melhores resultados e diminuir o número de acidentes.

O diretor assistencial da Fhemig, Marcelo Lopes Ribeiro, ressaltou que neste ano de 2019, entre 70 e 120 pessoas já foram socorridas para o Hospital João XXIII vítimas de acidentes com patinetes elétricas. “Desde ralado mais simples, a casos graves, como de pessoas que perderam olfato e o óbito mais recente. O uso dos equipamentos de proteção individual é essencial”.

Interação das equipes
O capitão do Corpo de Bombeiros, Leonardo Farah, ressaltou que a simulação é de suma importância para qualificação e interação das equipes, tanto de Bombeiros quanto de SAMU. “É necessário também para que as pessoas entendam o que elas podem fazer para dar maior segurança para as vítimas como isolar o locar, sem deixar que os veículos se aproximem e possamos trabalhar com segurança. Quando treinamos em eventos como este, o nosso atendimento na rua reflete positivamente, e com isso fazemos um atendimento melhor para população”.

Roger Lage Alves, gerente do SAMU BH também destacou sobre a importância do simulado e disse que educa as pessoas, tanto os leigos, quanto os profissionais técnicos da área sobre a importância de algo que vem sendo cada vez mais presente no nosso dia a dia que são os patinetes. “A educação é muito importante não só para sabermos lidar com o fato, quanto para prevenção e como acionar as instituições envolvidas em um atendimento de urgência deste tipo. Fica muito claro o papel de cada um na cena, e é essa a ideia, de parceria, complementaridade”.

A participação dos alunos dos cursos de Enfermagem e Gestão de Serviços de Saúde é fundamental para o simulado. A estudante Karina Silva Fonseca, que faz parte da comissão organizadora desde a primeira edição, e neste ano foi uma das vítimas, contou um pouco sobre a experiência. “São pequenos detalhes e cuidados que fizeram toda diferença durante a simulação. Um dos bombeiros ficou na minha frente para não permitir que o sol fosse diretamente nos meus olhos. A segurança pública e a saúde andam juntas”, concluiu.

Circuito educativo
Durante a tarde, foi realizado um Circuito educativo, com ações como a distribuição de materiais educativos e realização de rodas de conversa temáticas sobre trânsito seguro.

cinema rodoviarioOs participantes também conheceram uma unidade móvel do SAMU, receberam orientações do Corpo de Bombeiros sobre condutas diante de sangramentos, e se informarem sobre os critérios para acionamento de ambos os serviços. Profissionais da Sociedade Mineira de Terapia Intensiva (SOMITI) ofereceram orientações sobre técnicas de reanimação cardíaca para leigos, enquanto oficiais da Polícia Rodoviária Federal exibiram e comentaram vídeos sobre as principais causas de acidentes de trânsito e fatores de agravamento.

Além do Corpo de Bombeiros e SAMU, o evento conta também com a parceria da Associação Brasileira de Medicina de Emergência (ABRAMEDE), Sociedade Mineira de Terapia Intensiva (SOMITI); FHEMIG, Polícia Rodoviária Federal; Arterial Urgência e Emergência e Copiadora e Gráfica Rápida HPC.