Calendário

Novembro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
20
21
22
23
24
29

I Simpósio de Terapia Intensiva discute boas práticas e assistência segura

mesa de abertura simposio hcO Salão Nobre da Faculdade de Medicina da UFMG sedia, até o início da tarde de hoje, (18), o I Simpósio de Terapia Intensiva do Hospital das Clínicas da UFMG/Ebserh, evento que reúne diversos profissionais da área da saúde e afins, acadêmicos, residentes e trabalhadores interessados em ampliar os seus conhecimentos relacionados à área. Com o tema central “Percurso, Histórico, Conquistas e Perspectivas”, as atividades tiveram início na manhã desta quarta-feira (17) com mesas-redondas, conferência e apresentação do selo comemorativo de 50 anos da Terapia Intensiva do HC.

A superintendente do HC-UFMG, professora Andrea Maria Silveira, ressaltou a importância do evento e da data para a instituição, que há exatos 50 anos abria os seus primeiros seis leitos de terapia intensiva. Hoje, são 90 leitos distribuídos em cinco CTIs: adulto, pediátrico, neonatal, da Unidade Coronariana e da Unidade de Urgência e Emergência. “Precisamos destacar a qualidade da assistência prestada pela equipe de terapia intensiva do HC. Trata-se de uma atividade multidisciplinar, que envolve um exército de profissionais. Tivemos mais de um mil inscritos neste simpósio. São pessoas que acreditam no trabalho que nós fazemos e isso nos deixa extremamente orgulhosos”, afirmou.

A professora Salete Maria de Fátima Siqueira, representando a diretora da Escola de Enfermagem, professora Sônia Maria Soares, falou da importância do evento: “Evento muito importante para assistência a nossos profissionais da área de saúde, a programação está excelente nesses dois dias e conta com profissionais muito renomados no mercado”.

Profissionais que fizeram história na terapia intensiva da instituição foram lembrados e homenageados, recebendo uma placa comemorativa em reconhecimento aos anos de dedicação e empenho. A professora aposentada do Departamento de Enfermagem Aplicada, Anadias Trajano Camargos, uma das precursoras da Terapia Intensiva no HC, foi uma das homenageadas e falou sobre a importância desse reconhecimento. “Ao longo desses anos, procurei honrar minha profissão e também as instituições que trabalhei. Afirmo que se tivesse que começar faria tudo de novo, com a mesma dedicação e compromisso. Amo minha profissão. Através dela consegui realizar meus sonhos como pessoa, e principalmente como profissional da enfermagem”, destacou.

Também durante o evento foi lançado pelos Correios um selo comemorativo com o objetivo de eternizar os 50 anos da Terapia Intensiva do HC. O selo personalizado é uma peça filatélica que possui real valor de porte. Assim, quando usada para postagem de correspondências, divulgará a imagem do hospital em todas as partes do mundo. As primeiras obliterações foram realizadas pela superintendente do Hospital das Clínicas; pela professora Salete Maria de Fátima Siqueira; e pelo diretor da Faculdade de Medicina da UFMG, professor Humberto José Alves.

Segundo o enfermeiro Ronan de Souza, coordenador do 1º Simpósio de Terapia Intensiva, a proposta é comemorar os 50 anos da terapia intensiva do HC com um evento científico, proporcionando conhecimento e atualização não só para os profissionais da casa, mas também de outras instituições. “O evento nasceu da vontade da equipe de resgatar o histórico da terapia intensiva no HC e mostrar o contexto onde ela está inserida. Queremos mostrar para as pessoas a relevância social que o HC tem”, afirmou. Ele ministrou a conferência de abertura “Visita ampliada na Terapia Intensiva: A experiência do Projeto UTI Visitas”.
As professoras do Departamento de Enfermagem Básica Allana Corrêa e Mônica Canhesto e alunos do curso de graduação em Enfermagem participaram da comissão organizadora do evento.

DSC 0227Diversos profissionais da área da saúde e afins, acadêmicos e  residentes se reuniram Simpósio

(Com Unidade de Comunicação do Hospital das Clínicas)