Calendário

Dezembro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Inep divulga Manual do Estudante do Enade 2016

Já está disponível o Manual do Estudante do Enade 2016. O documento, que divulga os procedimentos relativos ao Exame Nacional de Desempenho de Estudantes, contém informações fundamentais para que os participantes possam acompanhar todas as etapas e compreender a importância do Enade para o cenário da educação superior brasileira. Serão avaliados, nesta edição, os cursos de bacharelado em Agronomia, Biomedicina, Educação Física,Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social e Zootecnia.
O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes tem como objetivo avaliar o rendimento dos concluintes de graduação em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação. A edição de 2016 será realizada no dia 20 de novembro e a participação é obrigatória para os alunos em fase de conclusão do curso. São considerados concluintes os discentes que tenham formatura prevista até julho de 2017 ou que tenham cumprido no mínimo 80% da carga horária mínima do currículo até o dia 31 de agosto de 2016.
A professora Flávia Sampaio Latini Velasquez, coordenadora do Colegiado de Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da UFMG, lembra que o índice de avaliação considera o desempenho do aluno: prova do ENADE (peso de 55%), o corpo docente (peso de 30%) e a percepção discente – Questionário do Estudante (peso de 15%). “O MEC avalia os cursos sob a perspectiva de três dimensões: organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura. Os dados para avaliação da terceira dimensão são retirados do Questionário do Estudante, que deve ser preenchido no período de 20 de outubro a 20 de novembro, no portal do Inep”.
Ela enfatizou, ainda, que os estudantes têm um papel muito importante e de grande responsabilidade ao avaliar o curso. “A partir do ENADE, são repensadas as políticas da educação superior, a privatização ou não das universidades públicas, a distribuição da verba, o investimento maior ou menor nas instituições de ensino superior públicas. Precisamos entender todo o processo como oportunidade de auto-avaliação e fonte de aprendizado para o estudante, o curso, a UFMG e a sociedade brasileira”, ressaltou.
A professora Marlene Azevedo Magalhães Monteiro, coordenadora do Colegiado de Graduação em Nutrição da EEUFMG, considera o Enade “um momento ímpar para que o aluno possa divulgar à comunidade e ao mercado de trabalho a qualidade de sua formação profissional e destacar-se entre os nutricionistas formados em outras Instituições de Ensino Superior. É necessário que os estudantes façam o Exame com empenho e dedicação”.
Confira a lista dos estudantes dos cursos de Enfermagem e Nutrição habilitados ao Enade 2016.