Calendário

Congresso sobre inovação no ensino universitário recebe trabalhos

Estão abertas as inscrições para submissão de trabalhos no 4º Congresso de Inovação e Metodologias no Ensino Superior (CIM), organizado pela Diretoria de Inovação e Metodologias de Ensino (GIZ), vinculada à Pró-reitoria de Graduação (Prograd). Segundo Rafaela Godinho, uma das coordenadoras do evento, “um dos objetivos é proporcionar espaço para refletir, compartilhar e produzir saberes e práticas sobre inovação nos processos de ensino-aprendizagem nas universidades brasileiras”. As apresentações dos trabalhos aprovados ocorrerão de 2 a 6 de abril de 2019.

O congresso é aberto a docentes do ensino superior, estudantes e egressos de cursos de graduação e pós-graduação, servidores técnico-administrativos de instituições de ensino superior e demais interessados. São esperadas contribuições e participações de todo o território nacional.

Os trabalhos devem ser encaminhados por meio da plataforma de inscrições até 5 de agosto. Nesta edição, há cinco diferentes categorias de submissão. Trabalho completo receberá artigos científicos nas modalidades de ensaio, relato de experiência e resultado de pesquisa. Materiais de ensino, aprendizagem e pesquisa em qualquer suporte ou mídia serão contemplados na categoria Recursos educacionais. Portfólio acadêmico, por sua vez, abrirá espaço para compartilhamento das trajetórias acadêmicas de docentes e discentes. Relatos de práticas de ensino ainda em caráter experimental vão compor a categoria LabDocências. Por fim, a categoria Outros reunirá trabalhos que, na avaliação de seus autores, não se encaixam em nenhum dos quatro formatos. Nesse casos, um comitê editorial avaliará a pertinência das propostas enviadas.

Os eixos temáticos, a forma de socialização dos trabalhos e a política de avaliação estão disponíveis nas normas de submissão. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo telefone (31) 3409-4051 ou no site do Congresso.

Ensino-aprendizagem em tempos digitais
O quarto CIM apresenta programação diversificada, de longo prazo e colaborativa, que busca construir um espaço de discussão e diálogo sobre a inovação na educação superior com foco no ensino e nas questões didáticas e metodológicas. “O objetivo é valorizar a docência do ensino superior com base no compartilhamento e na colaboração”, reforça Rafaela Godinho.

Nesta edição, serão debatidas as implicações das tecnologias digitais nos processos de ensino-aprendizagem. "A escolha do tema foi uma demanda dos professores”, afirma Rafaela. As tecnologias digitais, segundo ela, alteram e ao mesmo tempo são alteradas pelas relações humanas, modo de produção e maneiras de pensar e agir.

O Congresso está organizado em três fases articuladas às demais ações do GIZ: o Pré-congresso, que começou em março e vai até dezembro de 2018, com programação permanente formada por encontros, palestras, oficinas e minicursos relacionados ao tema; o Congresso propriamente dito, composto de encontros presenciais que ocorrerão de 2 a 5 de abril de 2019; e o Pós-congresso, em abril de 2019, com reflexões e avaliação.
(Com Centro de Comunicação da UFMG)