Calendário

Apresentação

O curso de Nutrição iniciou suas atividades em 2004, com o objetivo de formar um profissional generalista, humanista e crítico. O curso foi concebido por uma equipe interdisciplinar com representantes de sete unidades acadêmicas, envolvendo dezessete departamentos da UFMG e o Hospital das Clínicas, aproveitando assim a estrutura de ensino e pesquisa já existente na universidade.

A proposta do curso integra conhecimentos práticos e teóricos desde o primeiro semestre, em uma perspectiva inovadora contando com estágios na área de Nutrição Clínica, em Unidades Produtoras de Refeições, em Saúde Pública e Internato Rural.

Sobre o curso:
O curso de Nutrição da UFMG foi construído visando a articulação entre o ensino, pesquisa e extensão/assistência, garantindo um ensino crítico, reflexivo e criativo, que leve à construção do perfil almejado, estimulando a realização de experimentos e/ou de projetos de pesquisa; socializando o conhecimento produzido, levando-se em conta a evolução epistemológica dos modelos explicativos do processo saúde-doença. 

§ Titulação: Bacharelado
§ Turno: diurno
§ Duração: 9 semestres (4 anos e meio)
§ Número de alunos: 72 alunos em duas entradas (36 alunos no 1º semestre e 36 alunos no 2º semestre)
§ Carga horária total: 3525 h/aula § Estágio Supervisionado (de acordo com a Lei. 11.788 de 25/9/2008): 705 horas (47 créditos) § Carga horária média semanal por semestre: 26 horas/aula § Número de créditos mínimo por semestre: 16 créditos § Um crédito equivale a 15 horas de aula ou de outra atividade acadêmica
§ Pontuação no ENADE 2016 (Modalidades 1 a 5): 626,60 a 775,96 
§ Modalidades de acesso: SISU, reopção, rematrícula, transferência e obtenção de novo título

As Figuras 1 e 2 representam os dois percursos de formação do curso de Nutrição da UFMG.

figura 1 Marlene 480

Figura 1 – Percurso do bacharelado em Nutrição da UFMG

figura 2 Marlene 480
Figura 2 – Percurso da formação livre em Nutrição da UFMG

Perfil do nutricionista a ser formado pela UFMG

Nutricionista, com formação generalista, humanista e crítica. Capacitado a atuar, visando à segurança alimentar e a atenção dietética, em todas as áreas do conhecimento em que a alimentação e a nutrição se apresentem fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde e para a prevenção de doenças de indivíduos ou grupos populacionais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, pautado em princípios éticos, com reflexão sobre a realidade econômica, política, social e cultural.

Competências e Habilidades Específicas do Nutricionista
Aplicar conhecimentos sobre a composição, propriedades e transformações dos alimentos e seu aproveitamento pelo organismo humano, na atenção dietética;
Contribuir para promover, manter e ou recuperar o estado nutricional de indivíduos e grupos populacionais;
Desenvolver e aplicar métodos e técnicas de ensino em sua área de atuação;
Atuar em políticas e programas de educação, segurança e vigilância nutricional, alimentar e sanitária, visando a promoção da saúde em âmbito local, regional e nacional;
Atuar na formulação e execução de programas de educação nutricional; de vigilância nutricional, alimentar e sanitária;
Atuar em equipes multiprofissionais de saúde e de terapia nutricional;
Avaliar, diagnosticar e acompanhar o estado nutricional; planejar, prescrever, analisar, supervisionar e avaliar dietas e suplementos dietéticos para indivíduos sadios e enfermos;
Planejar, gerenciar e avaliar unidades de alimentação e nutrição, visando a manutenção e ou melhoria das condições de saúde de coletividades sadias e enfermas;
Realizar diagnósticos e intervenções na área de alimentação e nutrição, considerando a influência sociocultural e econômica que determina a disponibilidade, consumo e utilização biológica dos alimentos pelo indivíduo e pela população;
Atuar em equipes multiprofissionais destinadas a planejar, coordenar, supervisionar, implementar, executar e avaliar atividades na área de alimentação e nutrição e de saúde;
Reconhecer a saúde como direito e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;
Desenvolver atividades de auditoria, assessoria, consultoria na área de alimentação e nutrição;
Atuar em marketing em alimentação e nutrição;
Exercer controle de qualidade dos alimentos em sua área de competência;
Desenvolver e avaliar novas fórmulas ou produtos alimentares visando sua utilização na alimentação humana;
Integrar grupos de pesquisa na área de alimentação e nutrição;
Investigar e aplicar conhecimentos com visão holística do ser humano integrando equipes multiprofissionais.

A formação do Nutricionista deve contemplar as necessidades sociais da saúde, com ênfase no Sistema Único de Saúde (SUS).
De acordo com o Artigo 6º. da Resolução CNE/CES Nº 5, de 7 de novembro de 2001, os conteúdos essenciais para o Curso de Nutrição devem estar relacionados com todo o processo saúde-doença do cidadão, da família e da comunidade, integrado à realidade epidemiológica e profissional, proporcionando a integralidade das ações do cuidar em nutrição.
Estrutura Curricular
O curso de Nutrição da UFMG possui estrutura curricular baseada em eixos temáticos (Quadro 1) criados para agrupar conteúdos que possam ser tratados em conjunto e que tenham afinidades entre si. Eles representam a ideia principal do módulo. O objetivo deles é dar uma visão mais ampla ao discente de como conteúdos diferentes podem se complementar e interagir.